Atualizado a 30-09-2019.

Se se encontra inscrito no recenseamento eleitoral português na Suécia ou Letónia, isto é, caso a morada constante do seu cartão de cidadão seja num destes países, terá recebido na sua morada a carta que se segue, que também servirá de envelope de envio, um envelope verde e um boletim de voto para poder expressar o seu voto nas eleições para a Assembleia da República.

voto correspondencia

Exerça o seu direito de voto da seguinte forma:

  1. No boletim de voto marque com uma cruz o quadrado correspondente à força política escolhida. Faça uma cruz sem sair dos limites do quadrado.
  2. De seguida dobre o boletim em quatro e introduza-o no envelope verde. Feche-o e dobre pelo tracejado indicado, sem dobrar o boletim de voto já inserido.
  3. Com o texto da folha de instruções voltado para si, coloque a cópia do cartão de cidadão e o envelope verde no centro. Humedeça as laterais e cole conforme as dobras. Este será o envelope de envio.
  4. concluídos estes passos, pode colocar o envelope no correio, não necessitando de selo. Tenha em atenção a data limite conforme as instruções.

Consulte também o vídeo disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=WGGoFZzob-w.

Alertamos ainda para a necessidade de que o nome do eleitor esteja visível na caixa do correio, uma vez que, com bastante frequência, a correspondência não é entregue pela Postnord caso o destinatário não esteja devidamente identificado.

Os eleitores que ainda não tenham recebido o voto postal podem solicitar o envio de 2ª via do boletim de voto, que será reenviado para a morada de residência, através do seguinte email: adm.eleitoral@sg.mai.gov.pt.

No email devem indicar o nome completo e o Número de Identificação Civil constante no Cartão de Cidadão, e informar que não receberam ainda o boletim de voto original.

Para verificar onde se encontra recenseado poderá consultar a seguinte página: www.recenseamento.mai.gov.pt.

  • Partilhe